• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto

Querer parar de fumar é o mesmo que estar motivado para parar?


A resposta, definitivamente, é Não!

Para entendermos a diferença entre ‘querer’ e ‘estar motivado’ vamos citar o caso de um fumante chamado Leandro (nome fictício). Leandro não queria parar de fumar, afirmava que gostava de fumar, acreditava que o cigarro lhe trazia vários benefícios como relaxar, baixar sua ansiedade, ajudar na concentração etc. etc. e etc.

Em um determinado momento, entretanto, Leandro descobriu um sério problema no pulmão, estava com enfisema pulmonar e, se não quisesse que a doença avançasse e o deixasse incapacitado, tinha que parar de fumar. Apesar de não querer parar, surgiu a motivação que o fez largar o cigarro: sua saúde.

Via de regra o fumante não quer deixar o cigarro e, assim como Leandro, tem várias razões para não querer parar, mas devido a uma circunstância qualquer, surgem uma ou várias motivações que o levam à abstinência.


Mas, o que é motivação?

A palavra motivação vem do latin “motivus”, relativo a movimento, coisa móvel. Logo o que motiva uma pessoa é o que a faz mover-se. Motivação vem da palavra motivo + o sufixo ação. O que faz você agir? O que faz o você mover-se? No caso de Leandro foi a saúde, mas podem haver outros motivos como não querer ser uma mau exemplo para seus entes queridos, não querer exalar mau cheiro, querer melhorar o fôlego para praticar esportes, entre outros.


Estágios da motivação

Com o exemplo do Leandro ficou claro que um fumante pode não querer parar de fumar, mas estar motivado a deixar o cigarro. No caso dele a saúde foi o que o moveu a parar de fumar.

Os psicólogos americanos James O. Prochaska e Carlo DiClemente, na década de 80, desenvolveram um amplo estudo sobre processos de mudanças de comportamento entre fumantes e detectaram, entre outras questões, 5 estágios motivacionais.

Veja abaixo em qual estágio motivacional você se encaixa. Importante, o fumante pode alternar os estágios, isto é, em um dia estar em um determinado estágio e, em outro dia, voltar a um estágio anterior. Isto é normal e frequente.




PRÉ – CONTEMPLAÇÃO

Os fumantes nesta fase, ao serem questionados, negam a intenção em parar de fumar. Sabem dos malefícios do fumo, mas preservam sua liberdade e independência, não acham que apresentam risco elevado de adquirirem alguma doença, fumam porque querem, fumam porque gostam, ou seja, não se veem como dependentes e acham que podem parar de fumar no momento que realmente decidirem.


CONTEMPLAÇÃO

Os fumantes nesta fase, ao serem questionados, respondem que gostariam de estar sem fumar nos próximos meses. Contudo, têm enorme dificuldade em tomar alguma atitude nesse sentido. Sentem-se ambivalentes em relação ao cigarro, com sentimento de perda intensa, medo dos sintomas de abstinência e do fracasso, frequentemente referindo-se como sem força de vontade.


PREPARAÇÃO

O fumante passa a tomar atitudes para tentar parar de fumar. São indivíduos que já fizeram alguma tentativa em reduzir o número de cigarros, trocaram de marca para uma mais fraca, ficaram horas ou dias sem fumar, procuraram algum tipo de ajuda.


AÇÃO

É a fase em que o fumante enfrenta a abstinência. Decide e para totalmente com o consumo de cigarros. Sua duração costuma ser de duas a quatro semanas.


MANUTENÇÃO

Passado o período de abstinência, ainda durante muito tempo há o risco de recaídas. O indivíduo ainda está em um processo de adaptação comportamental aprendendo a viver sem fumar.

Então, como anda sua motivação para parar de fumar? Veja as dicas para cada fase:


Dicas:


Se você está no estágio PRÉ – CONTEMPLAÇÃO : Não há motivação para parar de fumar


Se você está no estágio CONTEMPLAÇÃO: Baixa motivação para parar de fumar. Antes de tentar deixar o cigarro você deverá preparar-se mais.


Se você está no estágio PREPARAÇÃO: Há motivação para parar de fumar, no entanto, você precisa ainda se preparar melhor. Saiba com clareza qual sua motivação para parar de fumar e lembre-se dela sempre que a vontade de parar esmorecer. Liste suas principais dificuldades e planeje como enfrentá-las.


Se você está no estágio AÇÃO: Alta motivação para parar de fumar. Parabéns, vá em frente. Saiba que em poucos dias os sintomas da crise de abstinência já terão diminuído muito ou até desaparecidos. Logo você estará na fase de manutenção.


Se você está no estágio MANUTENÇÃO: Se você está na fase é porque já parou de fumar, mais uma vez parabéns. Fique firme, você precisará de um tempo para ter certeza de que não haverá lapsos nem recaídas. Caso isso, porventura, acontecer não desanime. Muitos fumantes precisam de mais de uma tentativa para se ver livre do cigarro permanentemente. Volte ao estágio da preparação e recomece. Lembre-se, você é capaz de parar de fumar, só precisa um pouco mais de planejamento.


Se perceber que não consegue parar de fumar sozinho(a) busque ajuda de um médico, de um psicólogo ou de grupos de apoio como o Grupo de Apoio ao Fumante do Livre! Sem fumar

Conheça o Método Livre! Sem Fumar. O Método é um curso online que ensina o fumante a preparar-se para parar de fumar, mostra os caminhos para parar efetivamente e auxilia o fumante a não recair.


Conheça o Método acessando nosso site e fazendo uma aula experimental.

https://www.livre.semfumar.com.br/aula-experimental




Vera Lúcia Poli e Maitê Poli são ex-fumantes criadoras e orientadoras do Método Livre! Sem Fumar




#parardefumar

#comoparardefumar

#queroparardefumar

#ansiedadeecigarro


5 visualizações0 comentário

Caminhos Possíveis - Comércio e Serviços Ltda ME

CNPJ:04.534.283/0001-02