• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto

Procrastinar: Depois eu paro


Hoje vamos refletir sobre o porquê o fumante adia, o porquê o fumante protela o que deseja muito, “parar de fumar.”


O que é procrastinar?

Encontramos nos dicionários o significado da palavra procrastinar: adiar; deixar alguma coisa para depois, transferir a realização de alguma coisa para um outro momento; prorrogar para outro dia.


É preguiça?

Absolutamente não! Procrastinar é mais complexo que isso.

Procrastinação é o adiamento, a demora, o atraso em realizar determinada atividade.

Muita gente acredita que a procrastinação é apenas fruto da preguiça, da falta de vontade momentânea de realizar algo, mas não é bem assim. Procrastinar é consequência de uma série de dificuldades físicas e emocionais somadas. Neste artigo trataremos somente da procrastinação que impede o fumante de parar de fumar.


Por que se procrastina?

O cérebro humano não é nada bobo e sempre busca as recompensas imediatas. Por isso tende a adiar tarefas que prometem recompensas futuras em troca de esforço presente.

No caso de um fumante, seu cérebro busca recompensas imediatas para sensações como tensão, irritabilidade, ansiedade, depressão, falta de concentração, entre outras. A nicotina que, após uma tragada, demora 9 segundos para chegar ao cérebro, estimula agentes químicos como a dopamina (neurotransmissor) e faz com que o indivíduo, quase que imediatamente, obtenha sua recompensa, alcançando a sensação de prazer, ou seja, sua recompensa.

Um cérebro saudável produz, naturalmente, substâncias químicas (hormônios e neurotransmissores) que provocam, no organismo, sensações de plenitude e bem estar. Já o cérebro de um fumante, produz estes elementos químicos, mas não mais de maneira natural, agora precisa do estímulo da nicotina para fazer o que sempre fez de maneira orgânica.


Tabagismo e procrastinação


Quando o fumante decide parar de fumar, seu cérebro, que busca recompensas rápidas, não consegue vislumbrar um futuro feliz sem a nicotina e, por consequência, boicota a decisão do fumante de deixar o cigarro - uma das ferramentas que usa é a procrastinação.


É muito, muito frequente que o fumante decida parar de fumar, mas não dê o primeiro para isso. Procrastina por longos períodos.

Sabemos que o tabagismo é uma doença crônica grave, causada pela dependência da nicotina e não se pode tratar desta doença apenas com o olhar na procrastinação. Há de se examinar também outros diversos fatores que fazem com que o fumante tenha dificuldade em deixar de fumar, o que faremos em outros artigos.


Consequências da procrastinação:

Lembrando que estamos tratando da procrastinação no enfrentamento ao tabagismo, destacamos dois tipos de consequências:

Consequências diretas prejuízo à saúde: além do fumante ter que lidar com os transtornos ligados ao uso do cigarro como ter que se afastar das pessoas para fumar, ter mau cheiro, ser mau exemplo para seus entes queridos, entre outros, o fumante ainda tem que lidar com algo mais grave, as sequelas físicas do tabagismo como diversos tipos de canceres, AVC, infarto, para citar as mais conhecidas.

Consequências indiretas – estresse, culpa, frustração, baixa estima e outros sentimentos que machucam fortemente o fumante, deixando-o cada vez mais enfraquecido e desencorajado a tentar parar.


Como resolver?

Caso o indivíduo não consiga lidar sozinho com a procrastinação deverá procurar ajuda de profissionais de saúde, especialmente se a procrastinação atingir outros aspectos de sua vida além do tabagismo.


Aqui passaremos algumas dicas para o enfrentamento da procrastinação ligada ao tabagismo

1) Dê um pequeno micro passo para deixar de fumar

a. Acenda o primeiro cigarro do dia cada vez mais tarde

b. Escolha um ou uns cigarros do dia para não fumá-los.


2) Gerencie suas emoções

a. Não esperar estar de bom humor ou de bem com a vida (isso pode ser uma armadilha e levar a um círculo vicioso) para parar de fumar. Dificilmente a vida estará totalmente cor de rosa, portanto, você poderá procrastinar por muito tempo. A hora para parar de fumar é agora.

b. Enfrente as emoções negativas e não tente ‘amenizá-las’, ‘contorná-las’ com o cigarro; cuide de depressões, ansiedade, irritabilidade com profissionais especializados ou com terapias alternativas, mas não use o cigarro como remédio. Cigarro não é remédio, é veneno.


3) Identifique o que o cigarro representa para você e dê novo significado à ele

As frases que mais escutamos entre nossos seguidores que nos procuram para parar de fumar é “Como vou viver sem meu melhor amigo, sem meu companheiro de todas as horas?”

Será que podemos chamar algo que nos mata como melhor amigo? Será que podemos chamar algo que nos atinge na saúde, na autoestima, no orçamento, na vida social de companheiro?

Pare de chamar o cigarro de amigo ou companheiro. Ele não é. Dê o nome correto: veneno. Diga: ‘vou acender um veneno’; diga: ‘vou comprar veneno’; e assim por diante.


4) Decida parar de fumar e se organize para isso.

Parar de fumar de forma planejada é muito mais eficaz do que parar de fumar de ‘supetão’.


Reassuma o controle de sua vontade eliminando ou neutralizando a procrastinação.


Coragem, a hora é hoje, a hora é agora, a hora é já!





Vera Lúcia Poli e Maitê Poli são ex fumantes criadoras do Método Livre! Sem Fumar




O Método Livre! Sem Fumar prepara o fumante para parar de fumar.


Visite nosso site https://www.livresemfumar.com.br

#parar de fumar

#comoparardefumar

#queroparardefumar

3 visualizações

Caminhos Possíveis - Comércio e Serviços Ltda ME

CNPJ:04.534.283/0001-02