• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto

Parei de fumar. E agora, o que faço com as mãos?


Sabemos que os primeiros dias após o último cigarro são os mais difíceis, uma vez que, esta é a fase em que o fumante enfrenta os sintomas da síndrome de abstinência como irritabilidade, falta de concentração, alterações de sono, alterações de humor, ansiedade, entre outros.


São conhecidas basicamente três tipos de dependência, a física, a emocional e a comportamental. Vamos, hoje, focar na dependência comportamental ou dependência de hábito. Neste tipo de dependência, o fumante associa o ato de fumar às ações do dia a dia e não consegue mais enfrentar seu cotidiano sem os cigarros nas mãos. Exemplos:


- Fumar após as refeições;

- Fumar para fazer funcionar o intestino;

- Fumar após tomar café;

- Fumar para acompanhar um bate papo com amigos;

- Fumar ao falar ao telefone;

- Fumar ao dirigir;

- Fumar após o sexo;

- Etc., etc., etc.


Esta é a dependência mais fácil de ser enfrentada e vencida ao parar de fumar mas, durante o enfrentamento, o fumante fica sem saber o que fazer com as mãos, afinal de contas, “segurar o cigarro” remete à sensação de segurança e de companheirismo (muitos fumantes equiparam o cigarro à um amigo querido, ou a um psicólogo, entre outros vínculos).


Então, o que fazer com minhas mãos?


O fumante está acostumado a ter o cigarro entre os dedos grande parte do dia, portanto, ficar sem nada nas mãos pode trazer a sensação de vazio, gerando ansiedade. Estas sensações podem ser confundidas com vontade de fumar quando, na verdade, o que o fumante está sentindo é falta de segurar algo, segurar algum objeto, ter alguma coisa nas mãos.


E ter objetos nas mãos pode ajudar SIM a baixar a ansiedade e distrair da vontade de fumar.


Algumas dicas podem ajudar, mas preste atenção, algumas delas servem para alguns fumantes e para outros, não. Experimente e descubra quais as melhores opções para você:


- Caneta, lápis ou objetos similares;

- Elásticos;

- Pequenos objetos como bolas, massinhas de modelar e outros objeto específicos para controlar a ansiedade;

- Palitos de cenoura e pepino podem também ser muito úteis, uma vez que, o fumante que está enfrentando a abstinência também busca algo para colocar na boca e, frequentemente, substitui o cigarro pela comida. Palitos de legumes atendem à necessidade de ter algo nas mãos e afasta a falsa vontade de comer.


Desenhar, pintar, fazer trabalhos manuais, jardinagem, cozinhar e qualquer tarefa que ocupe as mãos, também ajudam a baixar o estresse e distrair a atenção sobre o cigarro.


Não deixe de buscar ajuda caso não consiga parar de fumar sozinho(a). Importante é não desistir.

Nós, do Livre! Sem Fumar defendemos fortemente que, para o fumante parar de fumar e não recair, é necessário preparar-se para deixar o cigarro, preparar-se para enfrentar os sintomas da síndrome de abstinência.


Conheça o Método Livre! Sem Fumar

www.livresemfumar.com.br

10 visualizações

Caminhos Possíveis - Comércio e Serviços Ltda ME

CNPJ:04.534.283/0001-02