• Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto
  • Ícone do Youtube Preto

Parar de Fumar traz felicidade


No dicionário online encontramos alguns significados para a palavra ‘felicidade’, entre eles: Sensação real de satisfação plena; estado de contentamento, estado de satisfação.

O objetivo hoje não é discutirmos felicidade de maneira ampla, mas refletirmos sobre tabagismo X felicidade. Será possível sentir satisfação, sentir contentamento sem o apoio do cigarro?

Inúmeros seguidores relutam a parar de fumar pois acreditam que não poderão ser felizes, não mais sentirão momentos de relaxamento e de alegria sem a nicotina, uma vez que, não mais terão o cigarro para lhes acalmar, para lhes fazer companhia, para baixar a ansiedade etc.


Nós, do Livre! Sem Fumar, pensamos exatamente o oposto. Acreditamos que não dá para ser feliz fumando. Não dá para ser feliz inalando veneno um pouquinho a cada dia. Não dá para ser feliz sendo mau exemplo para as pessoas a quem se quer bem. Não dá para ser feliz cheirando mal e com dentes e dedos amarelados. Não dá, simples assim.


“Preciso do cigarro para estar bem comigo mesmo!”


Esta é uma afirmativa muito comum entre os fumantes, embora totalmente incorreta.

O que acontece é que o cérebro, de maneira natural, produz elementos químicos (neurotransmissores e hormônios) que somados e produzidos nas quantidades certas proporciona ao indivíduo sensações de felicidade e bem estar.

O cérebro do fumante, uma vez dependente do cigarro, deixa de produzir esta química naturalmente e passa a depender do estímulo da nicotina para ‘dar conta’ dessa produção. Sem a nicotina, nada feito, não é capaz de sentir-se bem.


Mas, então, é cheque mate?

Felizmente não. Há saída possível sim. É só deixar de estimular o cérebro com a nicotina que ele ‘reaprende’ a funcionar naturalmente.

É tão simples assim?

Sim e não.

SIM, porque é dessa forma que se dá. Ao deixar de receber a nicotina, com o tempo (dias ou semanas), o cérebro reaprende a produzir as substâncias necessárias para seu pleno funcionamento.

E NÃO porque o fumante que viciou seu cérebro terá algum trabalho para fazê-lo voltar ao normal. Sem nicotina e ainda sem ter reaprendido a produzir os neurotransmissores e hormônios sozinho, o fumante sentirá alguns sintomas da síndrome da abstinência, como ansiedade, falta de concentração, irritabilidade, dificuldade em concentra-se e para dormir, por exemplo.


E como ajudar o cérebro a reaprender mais rápido e voltar a ter um funcionamento natural sem a nicotina?


E a felicidade?


“Felicidade é não fumar mais, é ser livre do vício, é não ter mais que me isolar para fumar. Este é o meu sonho” (Francisca P.)


Essa frase acima nos foi dita por uma de nossas seguidoras, mas na verdade, reflete o pensamento de muitos fumantes.

Sim, é perfeitamente possível e relativamente fácil ser feliz sem o cigarro. É necessário, entretanto, deixar de sonhar e passar a praticar. Experimente parar.


Para saber mais sobre como parar de fumar acesse: https://www.livresemfumar.com.br

27 visualizações0 comentário

Caminhos Possíveis - Comércio e Serviços Ltda ME

CNPJ:04.534.283/0001-02